a opinião alheia.

eu nem sei se devia fazer esse post de hoje pq ele é bem desabafão mesmo. é que ontem aconteceu uma coisa.

eu tenho uma amiga que viveu oq eu estou vivendo há alguns anos atrás. ela começou a namorar, resolveu ter bebê, mudou de casa, virou tentante, esperou uns meses…e teve um bebê. e logo depois outro bebê, por acidente. hoje ela tem dois filhos lindos (juro, absurdamente lindos), a casinha deles, carro, trabalha, o marido dela é um paizão e muito querido…enfim. sei que a vida não é fácil pra ninguém e nós temos algumas muitas diferenças de ‘circunstâncias’, BUT.

 

ontem comentei com ela que tinha parado o ac. e ela me chamou de doida. disse que vou acabar com minha vida, com meu relacionamento. que vai virar uma bosta. que eu devia voltar e já. casar. viajar. e umas outras coisas. e depois pensar nisso que pelas minhas contas eu ia tentar daqui uns 5 anos. e eu fiquei tipo cara-de-árvore. aí ela comentou que se soubesse o que sabe hoje jamais teria feito isso. que é muito feliz, sim, que o marido ajuda ela muito, mas que faria diferente (?). falou ATÉ. e hoje me chamou cedinho ainda me chamando de doida e dizendo que ia por uma campanha no jornal até eu voltar com o remédio, que não vai me deixar fazer isso e etc. gente. precisa dizer? fiquei ultra mega blaster assustada, achei…não sei se é cruel a palavra, mas fiquei tipos OI? ainda comentei com ela que eu não fiz nada disso quando ela resolveu ser mãe. descurti muito a pressão. arrependi horrores de ter comentado. pior PIOOOOOOOR foi ela me dizer ‘e não vai achando que filho segura homem não, viu, que não segura’ – gente, de onde saiu isso? e eu lá quero segurar alguém com filho? e eu lá preciso disso? me senti com 15 anos planejando engravidar – sabe? uma coisa beeeeem fora de contexto?

 

eu conheço todo o discurso da hora ideal pra ter filhos e talvez eu esteja cometendo um erro ao ir contra mesmo. mas é o meu momento. é a minha vida, é a minha escolha. não sou burra, tenho plena consciência do que estou fazendo. inclusive, é um momento diferente do que ela viveu quando fez essa escolha (e nem assim nunca achei ela doida): é meu momento de estabilidade profissional, plano de saúde, licença, benefícios…sobretudo, não estou engravidando virando tentante pra segurar ninguém. o que grita agora é nossa vontade de ter nossa família, nossa vida, nosso canto. eu entendo (entendo?) que ela tenha tido vontade de ‘abrir meus olhos’, aconselhar pro bem, sei lá…mas eu não curti. de verdade. D (D pai, acho que já disse, ele é D tb) me embalou muito a noite. deu colo, cheirou, abraçou, conversou. que acha que minha amiga perdeu uma oportunidade de ficar quietinha. que não é nada disso, que a gente sabe que a vida vai mudar, mas que paranóia é essa de acabar a vida, acabar a gente? e seguimos firmes e fortes. o conselho não serviu pra me fazer mudar de ideia. mas foi chato. chato, né? pois é.

 

bom do fds é contar que amanhã vou assinar os papéis da casa. deu certo! minha casa! (e vai ser pertinho da minha família!). felicidade aqui é MATO!

 

 

Anúncios

14 comentários sobre “a opinião alheia.

  1. D., o post prometido sobre as mudanças que um baby traz está quase pronto, logo menos eu posto e você vai ver que a vida muda, nem tudo são flores, mas não é assim “o fim do mundo”.
    Será que ela se arrependeu tanto assim a ponto de te dar esse sermão todo? Vamos mudar o foco e pensar que de repente ela achou que se alguém tivesse tido essa atitude com ela, ela teria mudado de ideia e esperado mais? Ou ela não estava num bom dia com as crias/marido?
    É mega chato quando você vai toda lépida e faceira contar uma novidade e a pessoa te joga um baldão de água fria…
    Além de cada um saber qual é o seu momento… Eu quis esperar casar, ter um tempo de “casada solteira” pra só depois virar tentante. Outras pessoas engravidaram antes de casar, outras logo no comecinho do casamento,outras só moravam juntas, mas pra cada uma dessas pessoas foi a hora certa.
    Se teu D te amparou e te apoia na decisão, bola pra frente e bora fazer um bebezão ai. *hauahuahauhauahuahauahu*
    Beijos

  2. D. já passei por isso, mas senti que foi mais um pico de inveja que uma vontade de ajudar, entende? Tem gente que não quer que os outros passem por aquele momento que elas passaram para não tirar o brilho, sabe como??
    E se eu puder te dar um conselho… NÃO CONTE PARA NINGUÉM!!! Viva este momento, você e seu D.! A pressão contra que fazem é horrível e às vezes a favor também atrapalha muito!!
    Continue com seus sonhos e deixe que digam, que pensem, que falem!!!
    Beijokas!

  3. D, se quer um conselho diga a essa “amiga” que seguiu o conselho dela e voltou a tomar AC, pq ng merece torcida contra e se possível quando engravidar só conte a ela depois do 3º mês, acredito demais em energia e não gosto desse tipo de comportamento.

    No fim cada um sabe de si!

    Beijos Férteis!

  4. Por esses conselhos que não pedimos, é que as vezes penso que melhor guardar como um segredinho, essa vida de tentante….
    E como já falei uma vez no blog, quem fala que somos loucas, é quem sempre tem 1 filho ou mais, e sempre faz questão de dizer que não se arrependeu, que é o melhor sentimento…e blá blá blá… Cada um é dono de si, de sua história, e tem o direito de viver como quiser 🙂

  5. Olá, retribuindo a visita… Amei o blog.
    Insensível da parte da sua amiga, certas coisas guardamos para nós.
    Acredito que não há tempo certo para a maternidade aos olhos dos outros. Quando algumas pessoas ficaram sabendo que eu não estava mais tomando o AC me criticaram tanto, diziam que eu era nova, que eu tinha que viver (Oi?), etc etc… até uma amiga chegou e me disse a frase que mudou minha vida: “Tudo o que queremos fazer, podemos fazem com os filhos. Pode demorar mais, mas não nos impede de fazer.” Pronto, tudo o que eu precisava ouvir.
    As pessoas tem essa mania de achar que conhecem nossas necessidade, e elas precisam entender que pessoas diferentes tem necessidades, sonhos, vontades diferentes.
    Aproveite essa fase de tentante e que ela dure pouquíssimo e que logo você seja promovida a mamãe.
    Beijos
    http://despertarmaternal.blogspot.com/

  6. Minha linda que horror!!! Já passei por algo parecido, mas essa sua “amiga” ai foi muito cruel!
    Concordo com Juliana, se eu fosse você falava pra ela que pensou melhor e resolveu voltar o AC até se sentir mais segura, por que já pensou o tanto que essa garota vai ficar te enchendo a paciência toda vez que der de cara com vc? E olha vou te dar outro conselho também por experiência própria, evite ao máximo falar com as pessoas do seu convívio sobre essa fase, mesmo para amigas que se dizem suas irmãs, por que nem sempre elas entendem, minha melhor amiga por várias vezes me deu um balde de água fria e como isso dói, por isso que o blog é bom, aqui vc pode se expressar ao máximo que nós “amigas virtuais” estamos na mesma sintonia que vc e terá sempre o apoio que precisa.
    Te desejo toda sorte de bênçãos! Super na torcida por vc!
    Bjokas

  7. Olha, D, muito bons os comentários anteriores, mas eu entendo de onde vem essa atitude da sua amiga. Com certeza ela deve estar passando ou ter passado por uma fase que foi pra ela mais do que ela podia manejar naquele momento. E pelo visto ela é do tipo que não admite, não confidencia ao menos essas dificuldades. Provavelmente tem um Facebook lindo cheio de fotos e posts de momentos comercial de margarina, daqueles que fazem inveja na desavisada mulher real que vê, hehe!
    Acho que ela só estava tentando ajudar, apesar de ter sido infeliz na forma em que o fez.
    O fato é que precisamos pensar também nas coisas ruins que virão, não se ficar nisso , claro, mas saber que estamos na chuva pra nos molhar, pude acontecer qualquer coisa, precisamos estar preparadas para doenças graves, birras, sacrifício pessoal, solidão…. ou ao menos não romantizar a maternidade…
    Ergui ouvi algo parecido há um tempo e não gostei nada, mas confesso que a pessoa tinha razão, eu não estava pronta na época mesmo! Mas foi algo que enxerguei em mim, e no fim me fez bem, pois hj vejo que amadureci nesse sentido, mas não quero dizer que é o seu caso, entende?
    Concordo que nesse caso o melhor é não conversar com ela sobre isso e evitar atritos. Pode ser que daqui há uns meses ela tenha um discurso totalmente diferente! 🙂

  8. Desculpe a sinceridade , mas não é amiga não e sim uma invejosa, que inveja sua vida, sua relação, não conte mais nada a ela sobre tentar diga que desistiu…. melhor ela ficar longe de seus sonhos.

  9. Bem, sempre penso a fase de tentante como uma pré gestação/maternidade. E por isso acho tão maravilhoso e fundamental ser tentante. Faz parte e enriquece muito o processo.
    Enfim, eu escolhi não dividir com ninguém (além do marido) o meu momento tentante, e foi ótimo. Hoje, eu abro minhas escolhas enquanto gestante porém nunca dei espaço pra comentários (as pessoas costumam dizer que sou “super sincera”).
    Faça suas escolhas, não tenha medo de assumi-las e lutar por elas, no mais, o resto é resto! Liga pra essa amiga não, envia paz e luz que ela deve estar precisando.
    Bjinhos

  10. D. Essa situação é tipico de mulher que é traída, de mulher que não é bem amada pelo marido e que de certa forma sente que foi trocada pelos filhos (conheço casos de pessoas assim, egoístas e que acham que os filhos roubaram o lugar dela(e) no coração do cônjuge)… São pessoas infelizes. Não posso julgar pessoas assim, tenho apenas compaixão por elas porque isso tudo é falta de amor dentro do coração.
    Não fique contando seus sonhos para esse tipo de pessoa, guarde eles pra você e seu marido. Pessoas assim jogam suas frustrações pra cima da gente e isso não nos faz bem.

    Quanto aos gastos com o Vinni até agora o que mais tivemos foi com o enxoval mas como comprei em local com valor mais acessível e comprei o básico nada de comprar em excesso (gastamos em média 1.500 no enxoval). Tivemos sorte de ganhar o mais caro, o berço, também ganhamos as roupinhas que o cunhado trouxe de Atlanta (ele e a mãe dele pagaram), ganhamos a banheira de uma amiga minha. Compramos o carrinho por um ótimo valor, menos de 300,00, e agora vamos gastar para pintar o cantinho dele (que será no meu quarto) acredito que vá sair por uns 300,00.

    Sobre a pressão alta, não fiquei esperando pra passar nela fui atendida rápido, não sei o que pode ter sido mas estou tranquila porque venho aferido em casa e esta dando sempre normal e os exames que fiz nenhum deu alterado até agora. Sexta farei outros exames. Obrigada pela preocupação =D.

    Beijoss e não dê ouvidos para esse tipo de pessoa viu.

  11. Ai que chato. Eu odeio quando se metem na minha vida mesmo que seja pra ajudar.
    De fato casamento não é fácil e acredito que começando já com um filho deve ser um pouco mais complicado, mas se vcs querem vão em frente. Acho que ninguém melhor do que vcs sabe o que se passa. Eu parei de tomar AC assim que casei e não me arrependo, mas HOJE analisando as coisas que já passamos desde quando casamos fico pensando como seria difícil se tivesse com um bebê e ao mesmo tempo penso que o bebê seria uma motivação a mais. Vai entender!
    Sei lá, eu tenho meus medos sabe? conheço pessoas que tinham um casamento super bem, mas depois dos filhos se separaram. Acho que tem que ser algo MUITO planejado porque, de fato, muda tudo. Pelo menos é o que TODAS as mães que eu conheço me dizem.
    Eu resolvi esperar, não pelo o que os outros falam, mas porque achei melhor. Tenho 21 anos e ainda não fiz faculdade to pensando em investir numa faculdade, um curso tecnólogo que tem duração menor que um bacharelado e só depois ter o bebê. aproveitarei esse dois anos e meio estudando para curtir mais o casamento porque como vc deve ter visto no meu blog marido e eu passamos por muitas lutas e agora que teremos condições de curtir sem preocupações.
    Hoje penso assim, mas o meu sonho de ser mãe é muito vivo em mim…só Deus sabe o dia de amanhã.
    Mas o conselho é não comentar com ninguém, porque na maioria das vezes as pessoas não sabem se expressar e acaba nos magoando.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s