O finalzinho da gestação!

Manter esse blog como registro da gestação foi então um objetivo fracassado.rs e nos últimos tempos não foi falta de tempo, foi falta de foco mesmo.

Com 34 semanas, levei um sustinho. Numa segunda feira eu estava muito, muito nervosa, triste, descontrolada mesmo. Tive um dia de lágrimas o tempo inteiro. No finalzinho do dia, fui ao banheiro e notei que meu protetor tinha uma manchinha escura. Mas só qdo me limpei é que vi: sangue vivo. Entrei em contato com o GO e ele pediu repouso e Buscopan, e que fosse ver ele no outro dia. Mas no outro dia acordei e o sangramento tinha aumentado muito. Fui pro consultório bem cedinho e, depois de toque e exame: nada. Não havia nenhum motivo pro sangramento e, ainda tive que lidar com meu GO fazendo cara de dúvida de que tinha mesmo acontecido alguma coisa – “sorte” minha que tanto minha mãe (que estava comigo) quanto meu marido tb haviam visto o sangue e sabiam que não era mentira. Foram 7 dias de repouso e Aerolin de 12/12h, um remédio mto ruim que me dava taquicardia e fraqueza, mas que cortou as contrações de treinamento, que eu estava tendo muito.

Nesse dia chorei muito. Pensei o quanto eu andava preocupada com pessoas e situações que me desagradavam e, perdendo a cabeça. Se algo tivesse acontecido com Isaac, se eu perdesse o bebê…todos iam dizer ‘sinto muito’. Mas a dor seria enorme e eu, somente eu, ia lembrar e lidar com ela pra sempre. Pra mim, sim, Isaac é amado e esperado demais, é meu bebê, meu filho, não podia facilitar. Nossa única desconfiança é que o stress tenha feito minha pressão subir e estourado algum vasinho, provocando o sangramento. Desde então minha cabeça começou a mudar e eu fiquei mto mais calma.

Na semana seguinte, novo susto: numa US, o médico que sempre me atende acusou perda de peso do bebê, ou ao menos peso muito baixo: Isaac estava com 35s, 44cm, 2.2kg quando esperávamos cerca de 2.6kg. Chorei, fiquei triste, me senti impotente, li sobre bebês PIG e chorei mais. Nesse momento houve uma mudança: de repente todo mundo começou a se atentar pra minha gravidez, D, a família dele (minha família sempre esteve muito envolvida). O GO analisou tudo e concluiu que Isaac tinha dimensões normais, mas que será um bebê pititinho. E que isso podia ser reflexo das medicações da hipertensão e que o melhor que eu podia fazer era me alimentar e descansar bastante.

Me senti mal, me decepcionei com a opinião de D (novamente) sobre o assunto, mas conversando com minha mãe tomei uma decisão. Saí de licença maternidade com quase 36s. Cedo, mas foi o que me permitiu finalmente comer, dormir, descansar e curtir minha gravidez como eu não tinha curtido. Na semana seguinte o cardio tirou uma medicação que podia ser a que estava segurando o peso do bebê, mas mesmo assim meu peso oscilou: ganhei 600gr, perdi 200, ganhei 700…

Hoje estou com exatas 39 semanas, em casa, descansada, tudo pronto, bebê encaixado, muitas dores e ansiedade. Isaac deve chegar na próxima semana e, continua a curiosidade do peso, de como ele está e etc…o remédio que retiramos poderia causar ainda hipoglicemia e bradicardia no nascimento, isso me preocupa demais, mas não sabia quando fui medicada.

Me desejem uma boa hora e torçam pra que meu pimpolho chegue bem, firme, forte e saudável a esse mundo, é tudo que desejo.

Anúncios

28 semanas e, +pré natal.

Tentei postar muitas vezes essa semana mas não consegui. Ontem fizemos 28 semanas e tivemos pré natal. Como da última vez, eu não poderia voltar mais feliz da consulta. Pressão ok, peso ótimo – isso me impressiona muito, por isso sempre comento, ganhei só 700gr entre um mês e outro e, ao todo, são +3,1kg – Isaac lindão. Fizemos uma ultra no consultório mesmo, e vi Isaac liiiindo, apertadinho no ninho, socando o aparelho da US, aqueles dedinhos todos, a boquinha abrindo e fechando…o coraçãozinho batendo, o estômago. Continua cefálico – eu podia jurar que ele tinha virado, os chutes diminuíram, ele mexe agora é a barriga TODA e eu não conseguia localizar onde estava o que, mas agora pelo toque já é possível sentir a cabecinha perto da pelve, o dorso à esquerda. Eu fico muito louca de amor, fico impressionada, como Deus e a natureza são perfeitos! Uma pessoinha toda formadinha dentro de outra, meu deus, isso é muito incrível mesmo! A única coisa nova foi o GO me preparando para o pior, com as mesmas palavras: se prepare para ficar racionalmente lerda e fisicamente uma pata choca. Que daqui pra frente tudo pesa, tudo dói, tudo piora. E que não há solução a não ser: descanso, Tylenolzinho, barriga pra esquerda. E anda difícil descansar, viu, gente? Rotina, trabalho, afazeres…eu vivo exausta, parece que sempre correndo, sempre com pressa. Já que ando dormindo muito mal pedi algum paliativo. Ele me passou Pasalix, fitoterápico, pra tomar 1 ou 2x por dia pra relaxar, ajudar com a ansiedade e ver se durmo melhor. Enquanto isso: *nos preparamos pras fotos que serão feitas dia 27/06, vou estar com 30 semanas; *organizamos as coisas do chá, que merece um post especial, e vai ser dia 12/07; *D e eu nos organizamos pra ir em uma feira de bebê e gestante numa cidade vizinha na próxima semana, que Isaac ainda precisa de MUITAS coisinhas. Bjo, bjo!

15 semanas e a TN (post atrasado!)

Oi, gente. Nossa, sumi, né? O.O eu mudei de casa já vai fazer um mês…e cá estou eu sendo enrolada pela operadora enquanto espero a instalação da internet. Viver de 3G não é fácil! Fiz esse post dia 12 e só hoje na casa da minha mãe que vou postar, aff! Vamos as novidades. 

Hoje, dia 12/03, quinta feira, fazemos 15 semaninhas! Meu cisco já não é do tamanho de um cisco mais, é uma maçã! Desde uns dias antes das 12s, os enjoos passaram. Ficou só um sono insuportável (essa semana peguei no sono trabalhando, shame on me) e os seios bem doloridos! Até a fome passou. Mudei o horário da minha vitamina e meu apetite diminuiu bastante.

No dia 26/02 fiz a ultrassom morfológica do 1º Tri, a famosa TN. Tava ótima até estar na sala de espera, onde parecia que ia enfartar! Gelada, me tremia inteira, tensa. (E D jogando no celular, tranquilão!) Foi nosso primeiro encontro oficial com mãozinhas, pezinhos, narizinho…ah, gente, que paixão! Parece que é quando cai a ficha que existe MESMO alguém dentro de vc! D foi comigo e estava lá segurando minha mão todo o tempo. Eu não chorei…escorreu uma lágrima e depois eu ri, ri, ri, igual uma retardada, hahahahah. Ri do médico pedir pra ‘segura um pouquinho pra gente ver aqui’. O bebê estava bem quietinho, sossegado, e perfeitiiiiinho perfeitiiiiiiiinho. Com 7,3cm e TN 1,5, coraçãozim a 156bpm.

wpid-img_20150227_192621219.jpg

Pessoinha mais lindo do mundo!

wpid-img_20150227_192537356.jpg

Fiquei felicíssima, mas confesso que me desliguei um pouco. A mudança de casa, preparativos do casamento, a nova rotina…me tiraram um pouco do rumo, fiquei muito tensa e chorona uns dias.

No dia 09/03 tivemos consulta com o GO. GANHEI MEU CARTÃO GESTANTE, aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee finalmente uma grávida oficial, como diz meu médico! A mamãe aqui ganhou meio kg, nossa dpp alterou pra 03/09 e pudemos ver nosso pequeno no ultrassom do médico. Lindo, serelepe, mexendo muito! (pelo Angel Sounds eu andava sacando que tava rolando um movimento festeiro). Sacudindo mãos, levantando perninhas, esticando a cabeça beeeeeeem pra trás…fica todo tortinho, lindo de viver. Ganhei mais um pedido de ultra pra fazer lá pelas 18 semanas, pra ver se vemos o sexo, antes da morfológica.

Eu ando muito ansiosa, e meu médico saca muito isso. Conversou muito, pediu calma, pra pensar positivo, me deu mais um US pra me acalmar sempre, e com a pressão a 13/9, passou meu Aldomet pra 8/8h e me pediu pra marcar com meu cardio e ligar pra ele. Que vão, juntos, alinhar meu tratamento pra manter a pressão bonitinha. Isso me deixou mais confiante, de verdade. Andava achando meu médico desligadão!

Desse dia em diante eu desabrochei com minha gravidez. Estou feliz. Sem grana, bateram no meu carro, correndo pra terminar os preparativos do casamento…mas feliz. Tem outras coisas pra comentar, mas eu volto depois.

E semana que vem, essa hora, já estarei casada!

ácido fólico e outras coisas.

tentei achar no OvoView – meu diárinho registra-tudo até o momento – quando foi que comecei o ácido fólico, mas não achei. foi no meio do turbilhão da infecção, então eu me perdi, não anotei. fazer o que. mas enfim: o GO novo que visitei em abril…não rolou. eu até curti muito várias coisas – como ele ter US no consultório – mas achei ele um pouco frio e distante, seco mesmo, e eu sou muito aberta, converso, tenho mil perguntas sobre tudo sempre, então não vai rolar. até as coisas acalmarem, como estou bem, os preventivos feitos e etc, vou continuar com minha GO que, abriu mão da obstetrícia, e vamos fazer novos testes. esse GO receitou o DTNFol e me pediu pra entrar em contato assim que largar o ac e a menstruação atrasar. a única coisa nele que me agradou foi abrir a porta pra eu ir embora dizendo: eu vou te ver em breve, acredite!

comecei o ácido fólico e, gente, eu cheguei a ler sobre efeito colateral do ácido fólico nos fóruns da vida! PÂNICO. mas não senti nada. sigo tomando. coisa mais estranha da vida é tomar uma pílula de ac e outra de af.

as últimas semanas foram de muita conversa, com o amor, com uma amiga com quem me abro sobre o assunto – oi, Bih! – e de pensar nos conselhos que vcs deixaram. apesar do medinho, meu coração deu a largada e está decidido que em julho o ac é suspenso e fica nas mãos de Deus o momento certo da chegada do bebê!

 

andei me sentindo um pouco pressionada por tudo que leio em vários blogs – minha leitura está muito comprometida pq bloquearam tudo no trabalho – sobre o universo da maternidade. repensei o blog. ter blog de desejante é meio viajado, né, nada pra contar, mas resolvi manter seguindo os meus sonhos: eu sempre quis ter um blog pra registrar tudo quando fosse ser mãe um dia, e assim será. quero relaxar, ler, fazer amizades, amparar e ser amparada, aprender, mas não quero me sentir pressionada nem cobrada. não sou ativista de nada: nem do parto normal, nem da cesárea, nem do aleitamento exclusivo, nem da cama compartilhada, do enxoval ou da falta dele…eu sou completa e absolutamente a favor da felicidade. da felicidade da desejante, da tentante, da gestante, da mãe, do casal, do filho. tenho plena convicção que no coração de cada uma existe a resposta pro caminho ideal, pras escolhas ideais, pro que traz segurança, conforto e vida. VIDA, gerar VIDA, que é o importante de todo esse universo, que é pelo que estamos lutando e desejando. não acho ninguém mais mãe ou menos mãe por nenhuma decisão que parta do coração. preciso ter o pézinho nisso, nessa realidade que é minha, pra não me perder nem me sentir pressionada aqui tb. não é que sou uma jaca mole, gente, sem opinião e etc, mas é que aqui eu tou jogando de coração aberto e tem julgamentos que incomodam MUITO. e eu não pretendo me render à eles. Mais amor (e menos julgamento), por favor!

 

 

pra continuar mostrando que oi-sou-gente-de-verdade e pra encerrar esse post que vai do nada pro lugar algum, vou contar que esse fds descobri que duas amigas próximas, irmãs, estão grávidas. 3 semanas de diferença de uma pra outra. não aguentei ficar no mesmo ambiente que elas por muito mais tempo do que eu necessitava, ouvindo toda a conversa dos primeiros meses-sintomas-família babona e etc. o que eu senti não foi nem um tiquinho civilizado. nadica. e quando contei pra namorado: ele riu. fuén.